NOTA À IMPRENSA

O SinTAF - Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira vem dar conhecimento aos vários órgãos de comunicação a seguinte comunicação, após a reunião entre a Administração do Novo Banco – António Ramalho, o Secretário-Geral da CGTP-In – Arménio Carlos e o SinTAF:

 

Actualização - Grupo Novo Banco despede 18 Trabalhadores

 No dia 1 de Julho de 2019 o Grupo Novo Banco, encerrou (Lock-Out) uma secção da empresa GNB – Recuperação de Crédito, despedindo 18 trabalhadores (17 da GNB – Recuperação de Crédito e 1 do Novo Banco, S.A).

Durante a reunião foi assumido pela Administração do Novo Banco, S.A. que a actividade de Recuperação de Crédito não faz parte do denominado “Core Business” da actividade do Banco.

Esta posição colide com a posição defendida pelo SinTAF - actualmente a Actividade do Sector Bancário que se apresenta como a mais lucrativa é a recuperação de crédito mal parado - não fazendo sentido ela não ser feita pelo próprio Banco, em cumprimento das regras do Banco de Portugal (PARI e PERSI).

O SinTAF e a CGTP-IN reafirmam a sua posição na luta pela manutenção de todos os Postos de Trabalho, do Grupo Novo Banco, ao que a foi assumido pela Administração Novo Banco, S.A. o compromisso de dialogar com o SinTAF.

Este arrastar de situação é desde já condenado pelo SinTAF, por não ter sido encontrada já uma solução para os Trabalhadores.

Sem outro assunto de momento, com os melhores cumprimentos,

Lisboa, 4 de Julho de 2019

A Direcção Central

SINTAF-Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira.

Avenida Almirantes Reis, n.º 74 G - 1150-020 Lisboa

Telefone +351 218124992

Correio eletrónico: sintaf@sintaf.pt