Noticia no Jornal de Negócios de 09/08/2018 sobre o Plenário com os Trabalhadores da GNB SSO, ACE

 

Trabalhadores de serviço de suporte no Novo Banco ameaçam com greve

Os trabalhadores da GNB Serviços de Suporte Operacional, que prestam serviços de suporte no Novo Banco, admitem convocar uma greve caso a entidade liderada por António Ramalho não atenda às suas reivindicações.

Resultado de imagem para novobanco

David Martins  negocios Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 09 de agosto de 2018 às 09:44

Os trabalhadores da GNB Serviços de Suporte Operacional, que prestam serviços de suporte no Novo Banco, admitem convocar uma greve caso a entidade liderada por António Ramalho não atenda às suas reivindicações, noticia esta quinta-feira o Público. 

Os funcionários da GNB, que são mais de uma centena, exigem garantias sobre a manutenção dos seus postos de trabalho, bem como aumentos salariais. 

Os trabalhadores tentam, desde 26 de Abril último, negociar com a administração da instituição financeira um Acordo de Empresa, algo que a direcção do banco tem recusado. 

"São trabalhadores que prestam serviços bancários, mas não são considerados bancários e deviam ser equiparados. Alguns estão há mais de dez anos na empresa e há casos de trabalhadores a receber o ordenado mínimo", refere Rute Pires, coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira, citada pelo jornal. 

Caso a administração do Novo Banco continue a ignorar as reivindicações, os trabalhadores da GNB admitem o recurso à greve.

SINTAF-Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira.

Avenida Almirantes Reis, n.º 74 G - 1150-020 Lisboa

Telefone +351 218124992

Correio eletrónico: sintaf@sintaf.pt