Dia de Luta na GNB - Serviço de Suporte Operacional, ACE

(NB Directo, Helpdesk)

No dia 15 de Novembro de 2018, os trabalhadores da GNB - Serviços de Suporte Operacional, ACE, fizeram uma jornada de luta com um dia de greve, por o Acordo de Empresa, que teve inicio com o piquete de greve à porta da empresa em Cabo Ruivo, seguido de manifestação na sede do Novo Banco e culminou com a participação na manifestação da CGTP- Intersindical, que desceu a Av. da Liberdade desde o Marquês de Pombal até aos Restauradores. De salientar que a greve teve uma adesão de mais de 90% de trabalhadores, tendo paralisado o normal funcionamento dos serviços do banco.

Provocando as dificuldades técnicas anunciadas por o Novo Banco

IMG 20181121 WA0002

IMG 20181121 WA0000A concentração à porta do Novo Banco, com participação dos trabalhadores da

IMG 20181121 WA0007GNB - Serviços de Suporte Operacional, ACE e da GNB Recuperação de Crédito, contou com a participação do secretário-geral da CGTP Arménio Carlos tendo destacado que "foi a primeira vez que estes trabalhadores fizeram greve e estão na greve da CGTP".

(Artigo do PÚBLICO: http://www.publico.pt/2018/11/15/economia/noticia/lider-cgtp-alerta-maiorias-absolutas-sao-desfavoraveis-trabalhadores-1851272)

 

Piquete greve

De realçar que os trabalhadores da GNB - Serviços de Suporte Operacional, ACE, não estão abrangidos pelo ACT da Banca ou qualquer outro, estando a trabalhar em situações precárias, com vencimentos muito abaixo dos auferidos no Novo Banco.

Os trabalhadores da GNB - Serviços de Suporte Operacional, ACE estão em luta pela contratualização das relações de trabalho que é indispensável, para a dignificação e valorização do trabalho e constituírem um instrumento definidor dos direitos e deveres, harmonizando a vida na empresa com a assinatura de um Acordo de Empresa.

Para estes trabalhadores, o SINTAF enaltece a coragem, união e vontade de melhorar as condições de trabalho, dando assim um grande exemplo a todos os trabalhadores do Grupo Novo Banco que, atualmente, estão a ser alvo de assédio, devido à grande fragilidade que representa o novo ACT da Banca, com notícias diárias de fecho de balcões, externalização de serviços e extinções de postos de trabalho.

 

Quem luta nem sempre ganha,

mas quem não luta perde sempre!

 

Unidos temos mais força.

SINTAF-Sindicato dos Trabalhadores da Actividade Financeira.

Avenida Almirantes Reis, n.º 74 G - 1150-020 Lisboa

Telefone +351 218124992

Correio eletrónico: sintaf@sintaf.pt